ThoughtWorks finalmente move “products over projects” de trial para adopt

A ThoughtWorks é uma empresa de consultoria em desenvolvimento de software bastante conhecida por estar sempre um passo à frente da indústria de software. Várias pessoas que já contribuíram e continuam contribuindo para nossa indústria são ou já foram ThoughtWorkers. Martin Fowler, Jeff Patton, Neal Ford, Jim Highsmith, Rebecca Parsons, Ola Bini, Jim Webber, Luca Bastos, Paulo Caroli, Claudia Melo são só alguns exemplos de nomes de pessoas que trabalham (ou já trabalharam) nessa consultoria e contribuem muito para a evolução de indústria de software.

tw-logo

Desde 2010 eles publicam seu Technology Radar com sua visão sobre técnicas, linguagens, plataformas e ferramentas relacionadas a desenvolvimento de software. Essa visão é formada a partir da experiência de seus consultores trabalhando nos mais variados projetos de desenvolvimento de software em clientes de todo o mundo. Eles classificam essas técnicas, linguagens, plataformas e ferramentas em quatro categorias:

  • Hold: algo que aparece como hold, pode ser de algum interesse, mas não é recomendado investir muito.
  • Assess: quando algo aparece ou move para assess, já vale investir algum tempo para entender qual o impacto dessa técnica, linguagem, plataforma ou ferramenta.
  • Trial: quando algo aparece ou move para trial, além de investir algum tempo entendendo é importante também experimentar a técnica, linguagem, plataforma ou ferramenta.
  • Adopt: e finalmente, quando algo chega ao estágio de adopt, definitivamente é uma técnica, linguagem, plataforma ou ferramenta que deve ser incorporada no seu processo de desenvolvimento de software.

Em maio de 2015 eu já fiquei bastante feliz quando o Technology Radar trouxe como novo item o conceito de “Products over Projects” já classificado como trial. Em resumo, eles enxergam que desenvolvimento de software não deveria ser encarado como um projeto com começo, meio e fim, mas sim como um produto, que suporta processos da empresa que é dona do software, e que necessita de manutenção durante todo o seu ciclo de vida, que será tão longo quanto o ciclo de vida do processo de negócio que esse software suporta.

Ou seja, finalmente a ThoughtWorks começa
a enxergar a importância da Gestão de Produtos
para o sucesso do software!

De trial para adopt

Qual não foi minha alegria ao ver que, no último Technology Radar, publicado agora em novembro, a ThoughtWorks mudou “products over projects” de trial para adopt. Com isso, eles passam a considerar a Gestão de Produtos como algo que deve ser adotado no processo de desenvolvimento de software com o objetivo de aumentar as chances de sucesso desse software.

Certamente isso ajudará a termos softwares cada vez melhores, que atendam as necessidades de seus usuários ao mesmo tempo que ajudará o dono desse software a atingir seus objetivos.

Isso é muito bom para a indústria de software. Isso é muito bom para a gestão de produtos de software! \o/

2 thoughts on “ThoughtWorks finalmente move “products over projects” de trial para adopt

  1. Joca,
    Esse movimento de projetos para produtos já é uma realidade.
    Já vemos grandes corporações realizando alterações nas suas estruturas para contemplar um modelo estrutural baseado em produtos.
    Segue aqui um exemplo de mudança estrutural:
    http://www.caroli.org/the-lean-mvp-model/
    E o seu novo livro veio na hora certa!
    Aliás, recomendo fortemente a todos.
    Abraços,
    Caroli

  2. Paulo,

    Muito bacana ver esse movimento acontecendo. Ganha a indústria de software e ganham os usuários de software! \o/

    Abs,
    Joca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *