Visão, estratégia, objetivos e estrutura de time

Aqui vou falar sobre as ferramentas que tenho usado nos meus quase 30 anos de carreira em liderança de desenvolvimento de produtos e que tenho compartilhado com outros e outras líderes para possam utilizar com suas equipes. Elas incluem visão, estratégia, objetivos, métricas, relacionamentos, contratação, feedback e cerimônias.

Você vai perceber que as ferramentas que vou comentar aqui não são softwares como planilhas, apresentações, documentos, Slack, JIRA, Confluence etc. Esses softwares costumam ser bem úteis, mas eles são só um veículo de documentação, comunicação e metrificação das ferramentas que vamos ver.

Visão, estratégia, objetivos e estrutura de time

Todos esses itens são, além de conceitos muito importantes, ferramentas essenciais para qualquer head de produto. Em todas as oportunidades que iniciei como head de produto, esses foram os primeiros temas de que eu tratei, começando sempre com visão de produto e, em seguida, partindo para os temas de estratégia, objetivos e estrutura de time. Esse também é meu primeiro foco quando começo algum trabalho de advisoring. Procuro entender quais são a visão, estratégia, objetivos e estrutura de time. Caso não haja algum desses elementos, eu ajudo as pessoas da empresa a os criarem.

Já expliquei o que são e como criar cada um desses itens nos seus respectivos capítulos da parte I, por isso farei apenas uma rápida revisão dessas ferramentas.

Visão

Como expliquei no capítulo Visão de produto, para fazer a visão de produto é preciso ter clareza sobre os objetivos da empresa com o produto, bem como entender profundamente os problemas e as necessidades que os clientes têm e que serão resolvidos pelo produto. Os 6 passos para construir uma visão de produto são obter objetivos estratégicos da empresa, obter entendimento dos problemas e necessidades dos clientes, desenhar primeira versão da visão, iterar e refinar, comunicar e revisar.

Costumo documentar e comunicar a visão de produto em uma apresentação. Se necessário, coloco alguma introdução teórica explicando os conceitos de plataforma e de marketplace. Em toda apresentação que faço, reapresento a visão de produto para deixá-la clara para todos.

Estratégia e objetivos

A estratégia de produto nada mais é do que o caminho que você vai seguir para chegar à sua visão de produto. Para criar sua estratégia de produto você precisa ter bastante entendimento sobre seu mercado, ou seja, os concorrentes, o mercado potencial e acessível, o crescimento desse mercado, se existem disruptores e como ele é regulado. Você também precisa entender seus pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças. Uma análise SWOT pode ajudar. Com essas informações em mãos, você define o que você e seu time vão fazer para atingir a visão de produto, quais os objetivos que vocês precisam alcançar e quais métricas lhes dirão que vocês estão atingindo esses objetivos. OKRs são uma ótima ferramenta para trabalhar seus objetivos e métricas.

Existem alguns livros e cursos falando sobre como definir e usar OKRs. Por isso não vou entrar em muitos detalhes aqui. De forma bem sucinta, você define junto com o time alguns objetivos para um período – normalmente um trimestre ou um ano – e define em quais métricas vocês vão mexer para mostrar que o objetivo está sendo atingido.

Costumo documentar os OKRs em planilhas, que uso para acompanhar a evolução toda a semana com líderes do meu time de desenvolvimento de produtos, e também apresentar e discutir os OKRs com outras lideranças e áreas da empresa. A seguir, um exemplo:

Exemplo de planilha de OKRs

Note que toda semana os KRs são atualizados. Cada líder do time atualiza seus KRs com seus times toda segunda-feira e, depois, líderes e head de produto passam pelos KRs para ver como está o andamento de cada um e se há algum impedimento em que pode ser colocada energia para remover. Gosto de fazer na segunda-feira pois ajuda o time a organizar o trabalho da semana. A cadência semanal é fundamental para ajudar o time a revisar a performance no mínimo semanalmente e fazer ajustes se necessário. Se a cadência for maior (quinzenal ou mensal), perdem-se valiosas oportunidades de corrigir problemas e remover impedimentos.

A coluna T0 indica o valor inicial da métrica. A coluna responsável tem o nome da pessoa que é responsável por aquele KR e que vai liderar os esforços para fazê-lo acontecer. E a coluna suporte lista as pessoas ou áreas que vão ajudar o responsável.

Vale relembrar que, quanto mais próximo dos objetivos e das métricas de negócio forem os OKRs, melhor será para o time, pois ele 7estará trabalhando para ajudar a empresa em seus objetivos e resultados.

Estrutura de time

No capítulo Estrutura de Time eu disse que times de desenvolvimento de produto são organizados em times mínimos, também chamados de squads, compostos de engenheiras, product designers e product managers. É importante deixá-los o mais enxuto possível para ajudar em sua produtividade. Esses times mínimos são agrupados em times de produto chamados de tribos de produto.

4 formas de se organizar os times de produto: por produto ou funcionalidade, por tipo de usuário, por jornada ou por objetivo. É possível também usar dois tipos diferentes de organização criando uma organização híbrida. Existem também as tribos estruturais, que criam a estrutura necessária para as tribos de produto performarem. Times que compõem as tribos estruturais são SRE/DevOps, Dados, Arquitetura/Ferramentas/Fundação, Design Ops, Segurança da Informação, Sistemas Internos, Engenharia de Vendas e Serviços Profissionais.

Para ajudar a organizar o time, costumo usar um modelo de planilha bem simples como a seguinte:

Exemplo de planilha de estrutura de time

Essa planilha contém a estrutura do time e as pessoas que fazem parte dele. Note que não estamos documentando liderança funcional, e sim a liderança de cada time. No exemplo, temos João como GPM líder da PM Letícia e da PD Carol, Maria como GPM líder do PD Rafa e Sandra como líder dos times estruturais de SRE/TI, de Dados e do Pedro, que lidera a engenharia de 2 squads da tribo A e do squad da tribo B.

Um ponto importante é que não basta só criar esses elementos e depois não os utilizar. Essas ferramentas são proveitosas quanto mais você as utiliza. Planilha de OKRs eu uso no mínimo toda semana. Visão e estratégia, sempre que tenho oportunidade, eu falo sobre esses temas. Estrutura de time, sempre que vamos falar de contratações ou mudanças no time, utilizo a planilha que mostrei acima.

Resumindo

  • Visão, estratégia, objetivos e estrutura de time são, além de conceitos muito importantes, ferramentas essenciais para qualquer head de produto.
  • Para visão e estratégia, uma apresentação com alguns slides é suficiente. Para OKR e estrutura de time, planilhas dão conta do recado.
  • Mais importante do que os softwares que você utiliza para documentar Visão, estratégia, objetivos e estrutura de time é o que você faz com essas ferramentas. Planilha de OKRs eu uso no mínimo toda semana. Visão e estratégia, sempre que tenho oportunidade, eu falo sobre esses temas. Estrutura de time, sempre que vamos falar de contratações ou mudanças no time, utilizo a planilha de estrutura de time.

No próximo capítulo vamos ver como medir e aumentar a produtividade de um time de desenvolvimento de produto.

Liderança de produtos digitais

Este artigo faz parte do meu mais novo livro, Liderança de produtos digitais: A ciência e a arte da gestão de times de produto, onde falo sobre conceitos, princípios e ferramentas que podem ser úteis para quem é head de produto, para quem quer ser, para quem é liderado por ou para quem tem uma pessoa nesse papel na empresa. Você também pode se interessar pelos meus outros dois livros:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *