Qual o tamanho ideal de time?

No capítulo sobre estrutura de time do meu livro Liderança de produtos digitais, dei alguns exemplos reais de tamanho de equipe do Gympass, Conta Azul e Locaweb. No entanto, uma coisa que não está nesse capítulo é como definimos o tamanho ideal do time. Então, aqui está um artigo focado neste tópico, que acredito pode ser útil não apenas em tempos regulares, mas também agora que o financiamento de VCs parece estar diminuindo e as avaliações das empresas estão mais baixas.

Benchmark

Quando entrei no Gympass em 2018, a empresa já tinha 800 pessoas, mas a equipe de desenvolvimento de produto, ou seja, gerentes de produto, designers, engenheiros e pessoas de dados, eram apenas 32 pessoas, ou seja, 4% da empresa, o que parece bastante baixo. Logo depois que entrei na empresa, tive que apresentar ao conselho meu plano de aumentar essa equipe e decidi incluir um slide com um benchmark de algumas empresas de tecnologia conhecidas.

Benchamrk de tamanho de times de produto

Usei o Linkedin para obter algumas estimativas do tamanho da equipe de desenvolvimento de produtos dessas empresas em comparação com o número total de funcionários. A maioria está tendo entre 24% a 40% de sua força de trabalho na equipe de desenvolvimento de produtos. A exceção é a Apple, com 20%, mas precisamos considerar que eles são donos de todas as suas lojas físicas, então todos os vendedores dessas lojas também são seus funcionários. Conta Azul, Locaweb e Lopes são de minhas experiências passadas. A Lopes, uma imobiliária tradicional que trabalha em sua transformação digital, tinha cerca de 11% de sua força de trabalho em desenvolvimento de produtos. No Gympass conseguimos trazer de 4% em meados de 2018 para 18% no final de 2019.

O que fazer vs quanto investir

No entanto, não podemos definir o tamanho ideal da equipe apenas pelo benchmarking. Precisamos considerar outros fatores, de dentro da empresa:

  • o que fazer: a partir do objetivo da empresa e do entendimento dos problemas do usuário, criamos nossa visão e estratégia de produto. Ter isso claro nos ajuda a definir o que precisamos fazer para executar essa estratégia, quais resultados e objetivos queremos atingir, e a equipe necessária para executar essa estratégia. Por exemplo, no Gympass, fazíamos produtos para academias, RHs de clientes e seus funcionários, então decidimos ter equipes dedicadas a cada um desses participantes de nosso marketplace. Além disso, precisávamos de ferramentas para gerenciar os pagamentos recebidos dos RHs e funcionários, e que tínhamos que fazer para as academias, então também tínhamos uma equipe focada nisso. Eram o que chamávamos de equipes de produto, que geravam resultados para o Gympass como mais usuários e menos trabalho operacional manual. Além das equipes de produto, tínhamos também equipes estruturais para cuidar de temas como SRE, ferramentas comuns a todos os times de produto, Dados e Segurança, conforme expliquei no artigo sobre estrutura de times. Esses times de produto e estruturais tinham suas próprias visões e estratégias alinhadas com a visão e estratégia global, e com base nisso propuseram suas próprias estruturas de time. Por exemplo, no Gympass, a equipe focada no funcionário de nossos clientes decidiu se dividir em duas equipes, uma focada em crescimento, ou seja, ajudar os funcionários a saberem que a empresa oferece o Gympass, fazendo com que os funcionários baixem o aplicativo, criem uma conta e se inscrevam no serviço. A outra equipe estava focada na experiência digital, ou seja, ajudar o funcionário a tirar o máximo proveito do Gympass, encontrando e usando academias, atividades e aplicativos de bem-estar adequados. O que fazer é um dos direcionadores para definir a estrutura e o tamanho do time.
  • quanto investir: por outro lado, precisamos saber quanto estamos planejando investir nessa equipe. Montar uma equipe de desenvolvimento de produtos custa dinheiro. Suponha que com base no que definimos que queremos fazer, criamos uma estrutura de time de desenvolvimento de produto que requer 15 pessoas. Vamos considerar R$ 6.000 como salário médio mensal das pessoas de sua equipe. Considerando todos os encargos, 13º salário e férias, isso custaria pra a empresa R$ 9.600 por mês. Então o custo mensal total dessa equipe é de R$ 144.000 ou R$ 1.728.000 por ano. É muito dinheiro. Essa equipe trará resultados para a empresa, mas às vezes os resultados podem demorar para serem gerados. Em todos os novos produtos que construímos e lançamos, enquanto não lançamos e começamos a receber alguma receita, essa equipe só vai gerar custos. Temos dinheiro para investir todo mês para pagar os salários e encargos trabalhistas dessa equipe, enquanto ela não gerar os resultados? Note que aqui estou considerando somente salário, sem bônus e stock options.

Por isso, precisamos saber quanto podemos investir e o que precisamos fazer para definir o tamanho ideal da nossa equipe de desenvolvimento de produtos.

Tamanho da equipe em uma crise

Há algum tempo atrás, passamos pela crise do COVID-19 e agora estamos enfrentando uma crise econômica que está fazendo com que os investimentos dos VCs diminuam e façam valuations mais baixos do que tínhamos antes de 2022. Muitas startups estão tendo que fazer demissões por causa dessa situação. Até empresas como Google, Meta e Apple mencionaram que vão desacelerar as contratações.

Então, qual deve ser o tamanho do time de desenvolvimento de produtos em uma crise? Bem, nessa situação quanto investir é o fator a ser considerado. Precisamos reduzir o quanto investimos em nossa equipe de desenvolvimento de produtos? Quanto de redução? Qual o impacto dessa redução no que temos que fazer e nos resultados que podem ser gerados por essa equipe? Ter menos pessoas fará com que a equipe deixe cair algumas bolas, ou seja, é preciso tomar uma decisão sobre o que parar de fazer. Alguns objetivos e resultados devem ser despriorizados, pois teremos que demitir algumas pessoas e teremos uma equipe menor. É simples assim. Menos dinheiro implica em equipe menor, o que implica em menos coisas que essa equipe poderá fazer e, consequentemente, menos objetivos e resultados podem ser priorizados.

Resumindo

  • O benchmarking é uma boa maneira de entender o tamanho da equipe de desenvolvimento de produtos. Através do Linkedin, podemos obter boas estimativas do número de pessoas nas equipes de desenvolvimento de produtos em comparação com o número de funcionários de muitas empresas.
  • No entanto, também devemos olhar para fatores internos para definir o tamanho ideal da equipe de desenvolvimento de produto. Quanto temos para investir e o que precisamos fazer são os dois fatores internos a serem considerados.
  • Em situações de crise, podemos precisar diminuir o investimento na equipe de desenvolvimento de produtos, o que pode fazer com que o tamanho da equipe diminua. Menos dinheiro implica em equipe menor, o que implica em menos coisas que essa equipe poderá fazer e, consequentemente, menos objetivos e resultados podem ser priorizados.

Mentoria de líderes de produto

Tenho ajudado líderes de produto (CPOs, heads de produtos, CTOs, CEOs, tech founders, heads de transformação digital) a extrair mais valor e resultados de seus produtos digitais. Veja aqui como posso ajudar você e a sua empresa.

Gestão de produtos digitais

Você trabalha com produtos digitais? Quer saber mais sobre como gerenciar um produto digital para aumentar suas chances de sucesso, resolver os problemas do usuário e atingir os objetivos da empresa? Confira meu pacote de gerenciamento de produto digital com meus 3 livros, onde compartilho o que aprendi durante meus mais de 30 anos de experiência na criação e gerenciamento de produtos digitais. Se preferir, pode comprar os livros individualmente:

Leave a Reply

Your email address will not be published.