Muitas oportunidades, poucos recursos, o que fazer?

Nunca vi em nenhuma organização uma situação em que abundavam os recursos e havia escassez de oportunidades. Via de regra sempre há muitas oportunidades pela frente e não sabemos qual ou quais perseguir, pois não conseguimos perseguir todas já que não temos os recursos necessários (tempo, dinheiro ou pessoas) disponíveis.

Nessas situações gosto de usar o modelo de análise de oportunidade proposto por Marty Cagan, autor que já mencionei na bibliografia.

Respondendo a um conjunto de 10 perguntas pode-se ter mais informação para decidir se vale perseguir uma determinada oportunidade agora, ou se é melhor deixar para reavaliá-la no futuro. As perguntas são bem simples:

  1. Qual problema vai resolver? (proposição de valor)
  2. Para quem esse problema será resolvido? (mercado alvo)
  3. Qual o tamanho dessa oportunidade? (tamanho do mercado)
  4. Que alternativas existem? (cenário competitivo)
  5. Por que somos os melhor qualificados para perseguir essa oportunidade? (nossa diferenciação)
  6. Por que agora? (janela de oportunidade)
  7. Como levaremos essa oportunidade ao mercado? (estratégia de lançamento)
  8. Como vamos medir o sucesso e ganhar dinheiro com esse produto? (métricas e receita)
  9. Que fatores são críticos para o sucesso? (requisitos essenciais)
  10. Dado o acima, qual a recomendação? (go ou no-go)

As perguntas 1 a 4 servem para entender melhor a oportunidade.

As 5 e 6 são bem interessantes pois não basta só entender a oportunidade e ela ser muito boa. É preciso ter certeza de que esse é o momento certo e que nós somos os mais qualificados para perseguir essa oportunidade.

Da 7 a 9 são perguntas do tipo “e se…”, ou seja, supondo que se decida por perseguir essa oportunidade, como ela vai ser levada ao mercado, como será medido o sucesso e que fatores são críticos para o sucesso.

Responder a esse questionário vale não só para decidir se vale a pena desenvolver um determinado produto. Ele pode ajudar com oportunidades de parceria, oportunidades de desenvolver novas funcionalidades, oportunidade de atender um cliente especial que requer mudanças no seu produto, enfim, todas as oportunidades que irão requerer esforço seu ou do seu time valem ser analisadas para ver se o retorno compensa o investimento de esforço requerido.

Quantas oportunidades perseguir ao mesmo tempo?

Outra dica importante é não perseguir muitas oportunidades ao mesmo tempo, caso contrário vc e seu time perderão foco e acabarão não obtendo retorno de nenhuma das oportunidades perseguidas. No mundo ideal, o indicado é perseguir uma oportunidade por vez, mas como sabemos que isso é utópico, acabaremos perseguindo mais de uma oportunidade simultaneamente. Procure limitar essa quantidade a poucas unidades (2, 3 ou 4 no máximo), lembrando que em qualquer momento vc e seu time só conseguem dar atenção a uma coisa por vez. Ou seja, se vc estiver trabalhando em mais de uma oportunidade ao mesmo tempo, toda vez que quiser trabalhar em um delas, deixará de trabalhar momentaneamente nas outras. Por isso, restrinja a poucas oportunidades para perseguir por vez.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *